Topo
Câmara Municipal de Quixadá-CE - Poder Legislativo

O QUE VOCÊ PROCURA?

Posts

Operação Miragem I e II é tema de discussões na Câmara de Quixadá



Câmara Municipal de Vereadores realizou na manhã desta quinta e sexta, 1 e 2 de agosto de 2013, as duas primeiras sessões ordinárias que marcaram o retorno das atividades legislativas após o recesso semestral. A operação Miragem I e II, ação desencadeada pelo Ministério Público do Ceará com o auxílio da Polícia Civil foi tema das principais discussões e dividiu opiniões entre os parlamentares da base aliada ao governo municipal e bancada de oposição. Miragem II busca cumprir 15 mandados de prisão temporária.

A vereadora Rosa Buriti (PT) disse que é preciso agir com maturidade política e administrativa e apontou a crise como sendo o pior momento da política quixadaense. “Que a gente reflita e que a população se mobilize para acompanhar o processo de investigação”, comentou.

O vereador Audênio Moraes (PPL) afirmou que não é papel dos parlamentares julgar os secretários de maneira precipitada e em nome da bancada exigiu que o chefe do executivo municipal, João Hudson, fizesse uma transformação radical em sua administração, para que possa ter sustentabilidade política na Câmara.

Cesar Augusto, vereador do (PSD) é uma das principais vozes de defesa da Prefeitura, afirmou ter certeza de que os secretários irão provar as suas inocências e que os parlamentares não serão coniventes caso seja comprovado o contrário.

Ainda no início da manhã da sexta-feira, (02/08) o vereador Higo Carlos (PT) concedeu entrevista para o um programa de rádio local, onde colocou sua indignação com a atual situação. No plenário da Câmara o parlamentar pediu a visita do prefeito à casa legislativa para esclarecer as duas operações desencadeadas pelo Ministério Público.

Final de página