Topo
Câmara Municipal de Quixadá-CE - Poder Legislativo

O QUE VOCÊ PROCURA?

Notícias

Secretarias de Saúde do Estado e de Quixadá mantém plantões de atendimento sobre coronavírus



Desde que a pandemia do coronavírus atingiu o estado do Ceará, a Secretaria Municipal de Saúde de Quixadá, gerida pela secretária Juliana Câmara, criou um canal de atendimento para a população, para explanações sobre o contágio, dicas de prevenção e atendimento. Para tanto, a Secretaria disponibilizou dois telefones de contato: (88) 9.9207.6019 e (88) 9.9208.5769, funcionando diariamente das 7h às 21h.

Já a Secretaria Estadual de Saúde do Ceará oferta atendimento virtual para orientar os cidadãos e cidadãs cearenses sobre o contágio. Essa plataforma ajuda a detectar casos suspeitos, oferece orientação especializada com profissionais de saúde e informa sobre medidas de enfrentamento da pandemia. Está disponível nos sites do Governo do Ceará: ceara.gov.br e da Secretaria da Saúde: www.saude.ce.gov.br.

Ambos são canais de comunicação para esclarecer a população acerca de todos os enfrentamentos que os organismos de saúde pública têm viabilizado para proteger nossa população. Tudo isso para que os cidadãos possam receber orientação sobre prevenção e sobre qual o momento correto para procurar as unidades de saúde, mediante os sintomas apresentados e demais informações sobre o isolamento social.

O objetivo principal é oferecer à população teleorientação com uma equipe de saúde de plantão, para que somente aqueles com sintomas graves sejam direcionados para o atendimento presencial em postos e hospitais, explica a Secretaria Municipal de Saúde. Se, após a avaliação remota, o profissional constatar a necessidade de direcionamento do paciente a uma unidade de saúde, será indicado um local específico.

Com essas iniciativas, pretende-se minimizar os riscos de contaminação e fazer com que as equipes de saúde tenham melhores condições para tratar dos casos graves, pois isso evita lotação de serviços de saúde, onde provavelmente se misturam pacientes com o novo coronavírus e pacientes sem a doença e essa aglomeração acaba favorecendo a proliferação do vírus. Portanto, busca-se evitar essa situação.

 

 

Final de página