Topo
Câmara Municipal de Quixadá-CE - Poder Legislativo

O QUE VOCÊ PROCURA?

Posts

No retorno do recesso, vereadores falam sobre o momento em que vive a politica municipal



Os parlamentares da Câmara Municipal de Quixadá retomaram os trabalhos nesta quinta 01 em clima de expectativa sobre os encaminhamentos e a programação do legislativo para o semestre bem como as definições sobre os rumos da política municipal.

No período em que estiveram em recesso alguns vereadores aproveitaram o momento para realizar agendas, como assim fizeram os Laércio Oliveira (PPS), Kleber Junior (PPL) e Ivana Magalhães (PTC) que estiveram em Natal RN entre os dias 25 e 27 de Julho no hotel Holliday Inn participando de um congresso sobre Agentes Públicos Municipais, e o vereador Higo Carlos (PT) que esteve visitando diversas instituições, entre elas o Remanso da Paz, casa de acolhimento de idosos.

O presidente da casa vereador Pedro Baquit (PSD) também esteve no período de recesso com uma extensa agenda realizando diversas atividades importantes no sentido de dar sua contribuição ao município.

Na sessão desta quinta a temática abordada ficou por conta da crise em que vive o executivo municipal, vários vereadores se pronunciaram sobre os últimos acontecimentos que vêm de certa forma causando descontentamento.

Mais uma vez a mesa pronunciou-se e pediu cautela, o secretário Audênio Moraes (PPL) falou das ações investigatórias que os promotores públicos estão realizando no interior e na capital cearense, falou de casos como o da cidade de Quixeramobim que recentemente afastou o prefeito o vice e todos os secretários e que no momento já restabelecidos aguardam o final das investigações.

Os mesmos procedimentos estão sendo adotados em Quixadá disse Audênio, as investigações estão tramitando e até que sejam concluídas as acusações são por demais perigosas e injustas, pede ao prefeito João um posicionamento de forma exemplar e que ele possa dar uma resposta à população e a classe política quixadaense.

Com a responsabilidade que lhe convém, Pedro Baquit disse da legitimidade das investigações, que irá esperar a conclusão de todo o processo afim de não cometer injurias e muito menos injustiças, mais que não aceita e nem aceitará improbidades e questões ilícitas na política municipal, uma vez comprovado atos dessa natureza, que sejam devidamente penalizados os culpados na forma da lei.

O Presidente da câmara ainda falou que nunca irá defender o errado, mas acredita na inocência de nomes como a do ex-vereador e atual vice-prefeito Cí, pela sua historia na câmara e agora pelo seu trabalho como articulador e vice-prefeito da cidade.

Final de página