Topo
Câmara Municipal de Quixadá-CE - Poder Legislativo

O QUE VOCÊ PROCURA?

Posts

Câmara realiza audiência sobre servidores do municipio



No último dia 27, a Câmara Municipal de Quixadá atendendo a um requerimento do vereador Higo Carlos (PT) realizou mais uma Audiência Pública, dessa vez para discutir a situação dos servidores municipais e suas reivindicações para o ano em curso. Foram convidados e estiveram presentes várias autoridades municipais entre elas o secretário de finança Sr. Francisco Nicolau, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Quixadá SINDSEP, o vice-prefeito e ex-vereador Cí, vereadores, servidores e outros.

A senhora Neiva Esteves que é a atual presidenta do sindicato dos trabalhadores abriu a sessão parabenizando a câmara municipal pela iniciativa e a colaboração junto a essa questão que é de grande relevância para os servidores municipais.

Neiva usou a tribuna do parlamento para lançar a primeira edição da revista “SINDSEP em Ação”, um produto que chega para informar as ações do sindicato e suas conquistas.

 De acordo com a representante da FETAMCE e Secretária de Finanças do SINDSEP, Luciene de Oliveira, as experiências dos projetos de Quixadá estão sendo representadas no mundo. “A gente quer que essa história continue viva, com os servidores dessa forma, com muita coragem, toda vez que o sindicato chama os servidores estão prontos para atender, pois sabem que estamos precisando da presença de todos”, enfatizou Luciene ao reafirmar a parceria com a Câmara Municipal.

Fazendo parte dos encaminhamentos o vereador Higo Carlos (PT) fez uma solicitação por meio de ofício ao presidente da casa, pedindo o agendamento de reunião com o prefeito, vereadores e o conselho municipal de saúde para tratar sobre o Plano de Cargos e Carreira, e também cobrou que a gestão convoque o restante dos aprovados no último concurso público. “Estamos cobrando isso porque outras conquistas já foram alcançadas nas gestões anteriores, os desafios foram muito maiores”, disse Higo Carlos.

O vereador Higo cobrou ainda do município as casas para os servidores (as), “solicitamos que o município possa identificar os servidores que ainda não possuem casa própria e os credenciem de forma prioritária nos programas de habitação, e que os gestores de escolas sejam escolhidos democraticamente, a partir do voto da comunidade estudantil” concluiu Higo Carlos.

Final de página